Cambistas negociam ingressos perto das instalações olímpicas

02:17 Geral, Notícias 11/08/2016 - 15h56 Rio de Janeiro Embed

Tatiana Alves

A presença de cambistas ainda pode ser notada nas imediações das instalações olímpicas da zona sul da cidade nesta quinta-feira (11).  Segundo guardas municipais que estavam no local, essa prática é coibida sempre que há um flagrante, mas a grande dificuldade é identificar os praticantes.

 

Nossa reportagem presenciou pelo menos 5 pessoas que estavam vendendo ingressos de forma ilegal nos arredores da Arena de Copacabana.

 

A funcionária pública Alexandra Barros relatou que foi coagida a vender os ingressos que portava, após desistir da negociação quando descobriu que a compradora se tratava de uma cambista.


Já na Lagoa Rodrigo de Freitas, próximo ao estádio de remo, espectadores aproveitaram o grande movimento para vender as entradas que sobraram, mas a decoradora Izete Costa, com medo de ser confundida com os vendedores ilegais, optou por não vender os bilhetes e se sentiu prejudicada.

 

Segundo o Estatuto do Torcedor, cambista é quem negocia ingressos acima dos valores originais fora das bilheterias. Cambismo é o termo utilizado para dar nome a esta prática, que é crime, com penas que variam desde multa até 4 anos de prisão.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique