Justiça do Rio mantém prisão do coronel acusado de estuprar criança

02:28 Geral, Notícias 13/09/2016 - 17h02 Rio de Janeiro Embed

Tâmara Freire

O coronel da Polícia Militar Pedro Chavarry teve sua prisão preventiva mantida pelo Tribunal de Justiça. A  informação é da delegada Cristiana Bento, chefe da Delegacia da Criança e do Adolescente Vítima do Rio de Janeiro.

 

Chavarry foi preso no último sábado acusado de estuprar uma criança de apenas dois anos. De acordo com a Polícia Militar Chavarry permanecerá no Batalhão Prisional da Polícia Militar em Niterói, na região metropolitana do estado.

 

Chavarry estava dentro de um carro com a menina no estacionamento de um posto de gasolina em Ramos no subúrbio.

 

O policial militar Claudio Mattos foi um dos que prenderam Chavarry, após a polícia ser acionada por pessoas que estranharam a movimentação dentro do veículo.

 

A polícia civil segue investigando outros possíveis abusos cometidos por Chavarry que costumava visitar crianças e comprar fraldas e outros mantimentos para família da comunidade Uga Uga, próximo do Complexo da Maré, onde a menina encontrada com ele morava.

 

A delegada Cristiana Bento está apurando se Chavarry contava com a ajuda de uma quadrilha para ter acesso a vítimas.

 

Além de Chavarry também permanece presa Thuane Pimenta dos Santos, que teria levado a menina até o acusado  e é suspeita de ter agenciado outras crianças.

 

Esta não é a primeira denúncia de Pedro Chavarry por abuso infantil. Em 1993, o coronel da PM  foi considerado suspeito de participação em um esquema de tráfico de crianças, mas acabou sendo denunciado apenas por maus tratos e abandono e acabou absolvido.

 

Em 2014, Chavarry concorreu ao cargo de deputado federal pelo PSL e atualmente é presidente da Caixa Beneficente da PM.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique