Mais de 30% das crianças e adolescentes já viu discriminação virtual

02:17 Geral, Notícias 10/10/2016 - 18h45 São Paulo Embed

Cátia Rodrigues

Oito em cada dez crianças e adolescentes entre 9 e 17 anos são usuários da internet no Brasil. Apesar do número crescente, ainda há cerca de 6 milhões de jovens ou 20% da população nessa faixa etária, sem acesso à rede.  E desse total, 3,4 milhões nunca acessaram à rede.

 

O principal motivo é a falta de disponibilidade de conexão em casa por não ter banda larga de acesso à internet. Essa razão foi apontada por jovens carentes com renda familiar de até um salário-mínimo, além daqueles que moram em áreas rurais e nas regiões Norte e Nordeste.

 

É o que revela a mais recente pesquisa "TIC Kids Online Brasil" do Cetic.br,  Centro de estudos que investiga o acesso à rede e o uso dela por crianças e adolescentes no país. O Cetic.br é um departamento do Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR, ou seja NIC.br, entidade que implementa as decisões do Comitê Gestor da Internet.

 

Os jovens também foram indagados sobre intolerância e discurso de ódio na rede. E uma em cada três crianças e adolescentes disseram ter visto alguém ser discriminado na internet. Pela primeira vez, a questão fez parte da pesquisa, como explica a coordenadora da pesquisa Maria Eugênia Sozio.

 

Foram entrevistados mais de 3.068 jovens de 9 a 17 anos e o mesmo número de entrevistas com os pais ou responsáveis em 350 municípios.

 

A quarta edição da pesquisa "TIC Kids Online Brasil" foi realizada entre novembro de 2015 e junho deste ano no país.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique