Girafas passam a ser classificadas como vulneráveis em lista de animais ameaçados

01:19 Geral, Notícias 08/12/2016 - 14h41 Lisboa Embed

Marieta Cazarré

A população mundial de girafas sofreu uma redução de 40% nos últimos 30 anos, passando de cerca de 155 mil indivíduos em 1985 para pouco mais de 97 mil em 2015. A enorme queda no número de girafas foi impulsionada pela diminuição dos seus habitats naturais e pela caça ilegal.

 

A conservação da espécie, que antes era classificada como de "menor preocupação", passou a ser classificada como “vulnerável” na Lista Vermelha da União Internacional para a Conservação da Natureza.

 

A atualização da lista foi divulgada nesta quinta-feira (8) em Cancún, no México, e agora inclui 85 mil espécies, das quais 24 mil estão ameaçadas de extinção. Além disso, a lista incluiu 742 novas espécies de aves recém-reconhecidas das quais 11% já estão ameaçadas de extinção.

 

A lista também traz dados de plantas como aveia, cevada, manga e outras espécies silvestres. Essas plantas são cada vez mais essenciais para a segurança alimentar da população mundial, porque sua diversidade genética pode ajudar a melhorar a resistência das culturas à doença e à seca.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique