Governo repassa R$ 23 milhões para evitar alagamentos no Grande Recife

02:34 Geral, Notícias 28/12/2016 - 17h40 Recife Embed

Sumaia Villela

Obra de grande impacto na Região Metropolitana do Recife, a Via Metropolitana Norte terá a segunda etapa iniciada com o repasse de cerca de R$ 23 milhões do governo federal. O ministro das Cidades, Bruno Araújo, assinou a autorização nesta terça-feira, no Palácio do Campo das Princesas, sede do governo de Pernambuco.

 

A construção da Via Metropolitana Norte é parte de um projeto que conta também com a ampliação e revestimento do canal do rio Fragoso. A obra começou em 2013, e tinha previsão de ser concluída em março deste ano. O projeto foi idealizado para melhorar a fluidez do tráfego entre os municípios de Olinda e Paulista e evitar os históricos alagamentos de bairros que margeiam o canal.

 

No entanto, moradores de Olinda acusam a obra de ter agravado o última alagamento ocorrido na região, em maio deste ano. O Ministério Público de Pernambuco pede a suspensão da iniciativa na Justiça, porque o projeto não possui Estudo de Impacto Ambiental. À época, o governo do Estado informou que o estudo não era obrigatório para este empreendimento.

 

O ministro das Cidades, Bruno Araújo, foi questionado pela imprensa sobre a alocação de recursos federais em obras denunciadas tecnicamente.

 

Sonora: "A obra tem duas partes, de mobilidade e macrodrenagem. O que o governo federal faz nesse momento é, no contrato que tem com o governo do estado, e não havendo qualquer impedimento técnico nem pelo Tribunal de Contas do Estado ou da União em relação à mobilidade, garantir os R$ 23 milhões necessários que o estado precisa para tocar essa fase da obra. Fases que possam ter problemas vão se discutindo momento a momento.”

 

Ao todo, o investimento na segunda etapa do projeto é de R$ 171 milhões – dos quais R$ 120 milhões do governo federal. O governador Paulo Câmara declarou à imprensa que os R$ 51 milhões de contrapartida estadual vão ser aplicados nas desapropriações ao longo do trajeto, um dos pontos de entrave da obra.

 

Sonora: “Já nos planejamos para as contrapartidas necessárias do Estado principalmente para as desapropriações, então acredito que agora, a partir dessa liberação, a gente tenha condições de cumprir bem o calendário. E termos em 2017 já uma etapa concluída."

 

Ao todo, a construção da Via Metropolitana Norte/Fragoso é estimada em R$ 336 milhões.

 

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique