Anvisa registra primeiro medicamento a base de maconha no país

01:08 Geral, Notícias 17/01/2017 - 00h58 Brasília Embed

Lucas Pordeus León

A Anvisa registrou o primeiro remédio a base de maconha no Brasil. O medicamento pode ser indicado para pessoas que sofrem com espasticidade, ou seja, músculos rígidos. Essa é uma consequência de quem tem esclerose múltipla, doença auto-imune que atinge o sistema nervoso e pode deixar o paciente sem mobilidade.

 

Essa seria a aplicação do Mevatyl, o primeiro remédio a ser registrado no Brasil feito a partir da Cannabis Sativa, popularmente conhecida como maconha.

 

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária anunciou nesta segunda-feira o registro do medicamento. Este remédio já tem o registro aceito em 28 países, entre eles o Canadá, Estados Unidos, Alemanha e Israel.

 

Algumas famílias já conseguiam autorização da Justiça para importar remédios a base de maconha, na maioria dos casos para tratar pessoas com epilepsia. Mas o medicamento registrado nesta segunda-feira no Brasil não é indicado para o tratamento da epilepsia, segundo informou a Anvisa, ou para menores de 18 anos de idade.

 

A droga será comercializada com tarja preta na embalagem e só poderá ser comprada com uma receita médica.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique