Na Trilha da História: Viaje no tempo e conheça como era a rotina no Brasil Colônia

05:04 Geral, Programetes 25/01/2017 - 12h00 Brasília Embed

Apresentação Isabela Azevedo

 

Olá, eu sou a Isabela Azevedo e está começando o Na Trilha da História! Hoje nós vamos fazer uma viagem no tempo e desembarcar na época do Brasil Colônia, período que vai do início anos 1500 até o início dos anos 1800. Qual era a rotina das pessoas que viviam por aqui? Quais eram os costumes, as crenças e os hábitos de higiene? Nossa convidada é a historiadora Mary Del Priore, autora do livro Histórias da Gente Brasileira. Ela destaca a importância da sabedoria popular dos moradores do campo, especialmente para o sucesso da colheita.


Sonora: “O nosso lavrador, o nosso aldeão, o nosso camponês, o homem que trabalhava a terra, a maior parte deles era analfabeta. Mas essas 'sabências', como eu gosto de chamá-las, não são sabedorias, não é nada que se aprendesse na universidade. É algo que se passava de pai para filho, era a forma de o homem conversar com a natureza."


Mas como a natureza se comunicava com os brasileiros daquela época?


Sonora: “Eles procuravam indícios. Por exemplo, se eles viam determinado grupo de passarinhos voando, eles sabiam que seria uma chuva mais forte ou mais fraca. Se eles viam o porco fuçando a terra, eles tinham medo de que a água pudesse subir. Os cardumes de peixes, tanto no mar quanto nos rios, também anunciava a passagem das estações..."


Em relação ao trabalho escravo, Mary Del Priore lembra, por exemplo, a importância dos conhecimentos dos africanos para o aprimoramento do trabalho nas minas.


Sonora: “A mineração, por exemplo, não teria êxito se não fosse o conhecimento de muitos escravos, que vieram para cá e trouxeram inovações tecnológicas fantásticas. Eles eram capazes de mergulhar no rio e recolher areia com um tipo de instrumento que eles inventaram. Eles eram grandes ferreiros, então eles detêm esse saber todo sobre o ferro, que é fundamental na triagem do ouro."

 

E havia tempo para o lazer na época do Brasil Colônia, Mary?


Sonora: “Nessa época, o lazer era o tempo roubado ao trabalho. Quer dizer, trabalhava-se o dia inteiro pra sobreviver e aquele tempinho roubado ao trabalho ou alguma coisa que você conseguisse introduzir de diferente para quebrar o ritmo de trabalho acabava se transformando em lazer."


A historiadora conta que adivinhar o futuro era uma das formas de diversão.


Sonora: “Depois a gente vai ver, talvez em alguns processos da Inquisição, as ciganas que colocavam cartas e prediziam o futuro. Mas o carteado era muito perseguido pelas consequências que esses jogos tinham, sobretudo, de endividamento das pessoas."


E quem sabe a magia também não poderia ajudar homens e mulheres do Brasil Colônia a encontrar um amor?


Sonora: "Gostamos muito dessas magias, sobretudo as magias amorosas. Desde sempre era comum se levar alguma coisa presa ao pescoço, uma palavrinha mágica... Como eram comuns também os banhos com ervas aromáticas e palavras mágicas ditas no meio da noite. Como eram comuns os trabalhos para segurar homens que nós temos até hoje pelas ruas das grandes cidades: 'trago seu homem em cinco dias'.. Naquela época acho que demorava um pouquinho mais (risos), mas os trabalhos também eram muito comuns."


E a fofoca? Era um passatempo, Mary?


Sonora: "Proibidas, inclusive, pelas constituições do bispado da Bahia e pelas ordenações filipinas. Havia uma preocupação enorme em coibir esse disse-me-disse. As lavadeiras enquanto lavavam, o tempo inteiro... Você vê que algumas coisas não mudam, né?"


E em relação a higiene? Quais eram os hábitos da época?


Sonora: "Nos limitávamos a lavar os pés para não ter bicho do pé, as mãos para comer - comia-se com as mãos -, e a nuca. O banho raramente era tomado. A pessoa tinha que estar em estado terminal para tomar... (risos)"

 

Esta foi a versão reduzida do Na Trilha da História. O episódio completo tem 55 minutos e traz, além da entrevista na íntegra com a historiadora e escritora Mary Del Priore, músicas que tem tudo a ver com o tema desta semana. Para ouvir, acesse: radios.ebc.com.br/natrilhadahistória. Se você tiver alguma sugestão de tema para o programa, envie um e-mail para culturaearte@ebc.com.br./ Até semana que vem, pessoal!

 

 

 

 

 

*Na Trilha da História: Apresenta temas da história do Brasil e do mundo de forma descontraída, privilegiando a participação de pesquisadores e testemunhas de importantes acontecimentos. Os episódios são marcados por curiosidades raramente ensinadas em sala de aula. Tem periodicidade semanal. Acesse aqui as edições anteriores.