Brasil poderá ter 3,6 milhões de novos pobres neste ano

01:33 Geral, Notícias 14/02/2017 - 09h15 Brasília Embed

Lucas Pordeus León

Por causa da recessão econômica e do aumento do desemprego no Brasil, o Banco Mundial estima que 3,6 milhões de pessoas podem entrar na pobreza, no país, em 2017, no cenário mais pessimista. Isso considerando que a linha da pobreza seja de R$ 140 mensais por pessoa.


No cenário mais otimista, o Banco Mundial prevê 2,5 milhões de novos pobres neste ano no Brasil. O estudo diz que o aumento da pobreza será maior entre os jovens que trabalhavam no setor de serviços.


O coordenador de Desenvolvimento Humano e Pobreza do Banco Mundial para o Brasil, Pedro Olinto, explicou como é o perfil dessa população que pode ir para pobreza neste ano.


A instituição internacional sugere a ampliação do Bolsa Família para amenizar o impacto do aumento da pobreza.


O organismo informa que seriam necessários quase R$ 30,5 bilhões para o Bolsa Família, em 2017, para receber esse novo contingente de pessoas. O valor é cerca de 3% superior ao reservado no orçamento para o programa, neste ano.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique