Familiares de policiais militares fazem mobilização na porta dos batalhões no Rio

02:39 Geral, Notícias 10/02/2017 - 17h26 Rio de Janeiro Embed

Tâmara Freire

Familiares de policiais iniciaram nesta sexta-feira (10) uma manifestação na frente de pelo menos 27 batalhões do estado do Rio de Janeiro e em alguns deles pequenos grupos com faixas foram o suficiente para impedir que agentes e viaturas saíssem para fazer o patrulhamento.

 

Ainda assim, o comando da corporação garantiu que 95% do efetivo previsto para o dia foi para as ruas. O porta-voz da  PM, major Ivan Blaz  admitiu que o momento é delicado e que a insatisfação da tropa com as condições de trabalho é natural, mas pediu bom senso.

 

O protesto que reproduz a tática utilizada para paralisar a atividade policial no estado do Espírito Santo reivindica que o governo do Rio de Janeiro pague o 13º dos cerca de 47 mil agentes e também o adicional de serviço pelas horas extras trabalhadas durante os Jogos Olímpicos e Paralimpicos e outros eventos como o Réveillon.

 

A  esposa de um policial do Batalhão de Choque que preferiu não se identificar afirma que o movimento será mantido até que as exigências sejam atendidas. Uma mãe de outro agente que também prefere se manter anônima reclamou ainda das condições de trabalho.

 

As mulheres chegaram nos batalhões ainda de madrugada e montaram pequenos acampamentos nas portas das unidades, com cadeiras, garrafas de água e outros mantimentos.

 

Em nota, a Polícia Militar afirmou que está em diálogo constante para sensibilizar os manifestantes sobre a importância dos policiais poderem sair para fazer o policiamento.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique