Governo suspende licença de exportação de 21 frigoríficos; China e UE anunciam restrição

01:52 Geral, Notícias 20/03/2017 - 23h57 Brasília Embed

Victor Ribeiro

A investigação da operação Carne Fraca provoca reações no mercado internacional. De acordo com o governo federal, nessa segunda-feira, a China impediu o desembarque de carne brasileira e cobrou explicações das autoridades, durante uma reunião.

 

O Chile e a Coreia do Sul suspenderam a importação de carne. A União Europeia também adotou a medida e pediu mais explicações ao Brasil. A Rússia ainda não se pronunciou.

 

O ministro da Agricultura Blairo Maggi informou que o governo federal aguarda o posicionamento de até 30 países e não descarta a possibilidade de todos suspenderem a importação de carne brasileira. Seria o pior cenário, na análise do ministro.

 

O governo suspendeu a licença de exportação de 21 frigoríficos investigados na operação, mas vai manter a permissão de venda no mercado interno. Blairo Maggi destacou que, dentro do país, o controle dos procedimentos é mais rígido e a legislação protege o consumidor brasileiro.

 

O ministro da Agricultura promete agir com transparência e rapidez. A principal preocupação é com o tempo que o mercado nacional vai levar para recuperar a credibilidade. Blairo Maggi lembrou que, quando ocorreu o surto de vaca louca, o Brasil levou três anos para voltar a ser aceito pela comunidade internacional.

 

O ministro se reuniu nessa segunda-feira com pecuaristas e com o presidente Michel Temer e avaliou que o governo está pronto para prestar todos os esclarecimentos aos países importadores da carne brasileira.