Médicos veterinários suspeitos de adulterações podem perder registro

01:06 Geral, Notícias 17/03/2017 - 19h28 Brasília Embed

Marcia Wonghon

Médicos veterinários envolvidos nas atividades ilícitas investigadas pela Operação Carne Fraca, deflagrada pela Polícia Federal, nesta sexta-feira, devem ser identificados e punidos. A determinação é do Conselho Federal de Medicina Veterinária, que pediu providências aos Conselhos Regionais em todo o país.

 

A investigação revelou que fiscais federais agropecuários e profissionais, responsáveis por frigoríficos e empresas do ramo alimentício, participaram de esquemas para facilitar a produção e venda de produtos de origem animal adulterados e impróprios para consumo.

 

O presidente do Conselho Federal de Medicina Veterinária, Benedito Fortes de Arruda, defendeu punição rigorosa, inclusive com a cassação do registro profissional, para os que violaram os princípios morais e atuaram contra a saúde e o bem-estar de animais, humanos ou do meio ambiente.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique