Confirmada terceira morte por febre amarela no estado do Rio

01:38 Geral, Notícias 20/04/2017 - 23h35 Rio de Janeiro Embed

Joana Moscatelli

Confirmada a terceira morte por febre amarela silvestre no estado do Rio de Janeiro. O paciente era morador do bairro de Bananal, em Maricá, na região metropolitana do estado.

 

Ele faleceu na madrugada da quarta-feira no Hospital Evandro Chagas, da Fiocruz, no Rio, para onde foi removido um dia antes. Segundo a Secretaria Estadual de Saúde, amostras de sangue do paciente analisadas pela Fiocruz e pelo laboratório estadual Lacen confirmaram a doença.
 

Maricá passa agora a ser área prioritária para vacinação, o que significa envio de doses necessárias para imunizar toda a população. Desde quarta-feira, cinco mil pessoas já foram vacinadas dentro da zona de bloqueio criada em bairros rurais de Maricá.
 

Nesta sexta-feira (21) e no sábado (22), sete equipes volantes da Prefeitura vão percorrer as áreas consideradas de risco para a chamada busca ativa. Ou seja, os funcionários vão de casa em casa para vacinar os moradores.

 

Os municípios de Saquarema e Itaboraí também receberão reforço no quantitativo de doses, com o objetivo de antecipar a vacinação das pessoas que moram em áreas próximas da divisa com Maricá.

 

Ao todo, o estado Rio de Janeiro já confirmou 11 casos de febre amarela transmitida pelo mosquito. Sete deles no município de Casimiro de Abreu, com uma morte. Em Porciúncula, outra morte também foi registrada. Ainda não se sabe onde a pessoa foi infectada.

 

O município de São Fidélis, também contabiliza um caso da doença. Em São Pedro da Aldeia, uma pessoa adquiriu a febre amarela durante viagem para a zona rural de Casimiro de Abreu.