Comissão de Vereadores do Rio diz que instalações olímpicas estão abandonadas

02:32 Geral, Notícias 09/05/2017 - 18h58 Rio de Janeiro Embed

Tatiana Alves

As promessas de legado olímpico após os Jogos Rio 2016, como a manutenção das instalações olímpicas e o incentivo ao esporte, ainda não foram cumpridas.

 

 Foi o que concluiu a Comissão de Esportes e Lazer da Câmara de Vereadores do Rio. Diversos locais de competições estão abandonados e nenhuma das estruturas foi aberta para a população. Nem para os atletas.

 

O maior problema atualmente é a falta de manutenção de diversas instalações olímpicas como o centro esportivo Miécimo da Silva, em Campo Grande, o Parque Olímpico da Barra e o Parque Radical de Deodoro, todos na zona oeste da cidade. A subsecretária municipal de esportes e lazer Patrícia Amorim afirma que a conservação dos espaços depende de uma licitação.

 

O campo de golfe é o equipamento olímpico em melhor estado.seu uso é pago e o local é gerido por uma empresa privada. Mesmo assim, ainda não há projetos sociais funcionando no local, conforme planejado antes dos jogos.


A campeã olímpica Daniele Hypólito espera que o Rio se esforce para deixar um legado olímpico.

 

O ministro do Esporte, Leonardo Picciani, apresentou no mês passado um projeto da pasta para administrar o legado da infraestrutura dos Jogos de 2016.

 

A ideia é que a União assuma a gestão de alguns equipamentos olímpicos por 25 anos e coloque em prática um calendário esportivo e de eventos sociais.