Justiça determina que consórcio deposite R$ 10 milhões para reparos no Estádio Nacional de Brasília

01:35 Geral, Notícias 27/06/2017 - 11h20 Brasília Embed

Priscilla Mazenotti

O consórcio responsável pela construção do Estádio Nacional de Brasília deverá depositar, em juízo, R$ 10 milhões para a Novacap.

 

O dinheiro deverá ser depositado em dez dias e vai servir para garantir a correção e o reparo de diversos problemas de construção, apurados em relatório da comissão responsável pela vistoria técnica do local.

 

A decisão é do juiz Jansen Fialho, da 3ª Vara de Fazenda Pública.

 

O Consórcio Brasília 2014 é formado pelas construtoras Andrade Gutierrez e Via Engenharia e venceu a licitação para a obra de adequação do Estádio Nacional de Brasília às exigências da FIFA para os jogos da Copa do Mundo.


O relatório apontou problemas na construção sob a responsabilidade do consórcio, que se recusou a fazer os consertos. Os argumentos para a recusa foram que os problemas apontados não estavam mais cobertos pela garantia contratual e que as falhas são resultado de mau uso ou desgaste natural do equipamento público.


Mas, no entendimento do juiz, a obra “faraônica” de quase R$ 2 bilhões justifica a cobrança.

 

Segundo o juiz Jansen Fialho, é de interesse público, do Estado e de toda população do Distrito Federal exigir rigorosa perfeição estrutural e de engenharia no terceiro estádio mais caro do mundo.

 

Ainda cabe recurso dessa decisão.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique