Motorista de ambulância se emociona ao lembrar de bebê que morreu por falta de atendimento

02:39 Geral, Notícias 09/06/2017 - 18h52 Rio de Janeiro Embed

Lígia Souto

As investigações sobre a morte do bebê Breno Rodrigues Duarte de Lima, de 1 ano e sete meses, estão em andamento na 16ª Delegacia de Polícia, na Barra da Tijuca, onde o crime foi registrado.

 

Nesta sexta-feira, O motorista da ambulância, Robson Almeida, prestou depoimento e se emocionou ao falar do caso na porta da delegacia, onde conversou com a imprensa.

 

Ele disse que a médica estava no início do plantão e que não quis prestar atendimento quando soube que se tratava de uma criança. Breno morreu por broncoaspiração na última quarta-feira, uma hora e meia depois que a médica Haydê Marques da Silva, de 59 anos, deixou o prédio sem socorrer o bebê.

 

Outras testemunhas também foram ouvidas nesta sexta-feira, entre elas, a técnica de enfermagem da empresa de emergência médica e um dos porteiros do condomínio onde a família mora.

 

A delegada responsável pelo caso, Isabelle Ponti, informou que a médica responde, por enquanto, por homicídio culposo com aumento de pena por inobservância de regra técnica de profissão.

 

O Cremerj, Conselho Regional de Medicina do Estado do Rio, abriu sindicância para apurar a conduta da médica, responsável pela ambulância que chegou ao local por volta das nove da manhã de quarta-feira e foi embora logo depois.

 

A mulher aparece nas imagens do circuito interno do condomínio dentro do veículo, rasgando papéis, e deixando o local sem sequer descer do carro.

 

A mãe de Breno, Rhuana Lopes Rodrigues, disse que não consegue entender a atitude da médica.

 

Breno, que sofria de uma doença neurológica, foi enterrado nesta quinta-feira no cemitério do Caju, na zona portuária da cidade.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique