Rio reabre restaurante popular na zona oeste; oito unidades foram fechadas no estado

01:50 Geral, Notícias 17/07/2017 - 15h59 Rio de Janeiro Embed

Tatiana Alves

O Restaurante Popular de Campo Grande, Zona Oeste do Rio de Janeiro, foi reaberto nesta segunda-feira, após mais de 10 meses sem funcionar.

 

O local tem capacidade para servir 700 cafés da manhã por cinquenta centavos e 2.500 almoços por dia, a um custo de 2 reais, e vai abrir de segunda a sexta, das 6 da manhã até as 3 da tarde.

 

Devido aos efeitos da crise financeira que atinge o estado, o governo do Rio foi fechou 8 unidades do restaurante popular.  Outras três foram municipalizadas e passaram a ter as despesas bancadas pela prefeitura da capital. 

 

A sede de Campo Grande é uma das três municipalizadas neste ano, ao lado dos restaurantes de Bangu, na zona oeste, e de Bonsucesso, na zona norte, que passam por reforma e devem reabrir ainda este ano, segundo a assessoria de imprensa da prefeitura.

 

Outras unidades estaduais estão com problemas para se manter funcionando. A Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Desenvolvimento Social informou que o restaurante Popular de Nova Iguaçu, que está fechado, deve ter a administração transferida para o município da baixada fluminense.

 

Ainda de acordo com a secretaria, a prefeitura da capital também tem a intenção de assumir a gestão de outras unidades, além das três que já administra atualmente.

 

O texto afirma ainda que os restaurantes de Irajá, Cidade de Deus, Méier e Madureira, na capital e Barra Mansa, Itaboraí, Duque de Caxias, Resende e Volta Redonda no interior do Estado não estão funcionando.