SuperVia registra mais de 400 casos de vandalismo por mês no sistema ferroviário

01:34 Geral, Notícias 13/07/2017 - 16h34 Rio de Janeiro Embed

Tatiana Alves

A SuperVia registrou mais de 400 casos de vandalismo por mês no sistema ferroviário no primeiro semestre deste ano. As principais ocorrências, de acordo com a concessionária, são furto de cabos e equipamentos, janelas de vagões arrancadas, destruição de banheiros, arrombamento de estações e pichações.

 

As irregularidades afetam o dia a dia dos passageiros que precisam utilizar os trens em seus deslocamentos. A ausência dos cabos de sinalização, por exemplo, pode provocar desde atrasos na circulação dos trens, até a interrupção temporária do tráfego. Segundo a Supervia, o gasto anual médio só com reparo e reposição de cabos furtados e danificados, chega a R$ 6 milhões.

 

Oitenta e cinco por cento dos atos de vandalismo foram diretamente contra os trens. Ao todo, nesses seis meses, foram mais de 2 mil ocorrências de portas danificadas, geralmente com objetos colocados para impedir o fechamento durante as viagens.

 

Esse tipo de ação é considerada crime por expor a vida e a saúde de terceiros. A concessionária também registrou cerca de 60 casos de arremessos de pedras contra os para-brisas. Outras irregularidades foram assentos e encostos arrancados e luminárias depredadas.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique