Campanha busca prevenir acidentes de escalpelamento no Pará

01:40 Geral, Notícias 21/08/2017 - 17h15 Brasília Embed

Graziele Bezerra

Começou nesta segunda-feira (21) e vai até domingo (27) a 3ª Semana Paraense de Enfrentamento aos Acidentes de Motor com Escalpelamento.

 

O objetivo da campanha é alertar a população para adotar estratégias para evitar o acidente. Durante a semana, haverá roda de conversa com trabalhadores de saúde, cobertura de eixo de motor, abordagem aos barqueiros e cursos de curativos.

 

As ações serão concentradas em 10 municípios que historicamente trazem registros de acidentes desse tipo. Entre eles, estão Abaetetuba, Limoeiro do Ajuru, Curralinho, Breves, Portel e Bagre.

 

As principais vítimas do escalpelamento são meninas e mulheres. O acidente ocorre quando o eixo do motor dos barcos, geralmente exposto, se enrosca e puxa os cabelos, podendo arrancar parte ou todo o couro cabeludo, orelhas e sobrancelhas, e até levar à morte.

 

De acordo com dados do governo do Pará, o Arquipélago do Marajó e o oeste paraense são os que concentram a maioria dos acidentes de escalpelamento no Estado. De 1982 até 2014, foram registrados 409 casos de escalpelamento. Em 2010, foram 11 casos. No ano passado, foram seis. Agora em 2017 não foi registrado nenhum acidente.

 

Quanto à assistência, a Fundação Santa Casa de Misericórdia do Pará realizou, entre 2006 e 2017, 129 implantes de orelhas em vítimas de escalpelamento.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique