Governo de MT encerra negociação com consórcio sobre obras do VLT

01:43 Geral, Notícias 28/08/2017 - 16h35 Brasília Embed

Graziele Bezerra

Depois de denúncias de corrupção durante a implantação do Veículo Leve sobre Trilhos, em Mato Grosso, o governo do estado disse que não vai mais negociar com o Consórcio VLT.

 

A decisão foi oficialmente protocolada, na sexta-feira (25), em um documento entregue na 1ª Vara Federal do estado.

 

O governo tinha até o último sábado (26) para apresentar algum acordo para a retomada das obras do VLT Cuiabá-Várzea Grande. O meio de transporte devia ter entrado em funcionamento para a Copa do Mundo de 2014, mas até hoje a obra não foi concluída.

 

Segundo o procurador-geral do Estado, Rogério Gallo, durante vários meses, representantes do governo e do consórcio se reuniram em busca de acordos para retomar a construção, ajustando o contrato firmado em 2012, inclusive revendo valores.

 

Mas depois que a Operação Descarrilho, deflagrada no último dia 09, apontou fraudes na licitação, associação criminosa, corrupção ativa e passiva, entre outros crimes, durante a escolha do modal VLT, o governador Pedro Taques determinou a suspensão do diálogo com o consórcio para a retomada das obras.

 

Mesmo que tenha encerrado as negociações, o governo afirma que não deixou de lado o plano de retomar a construção do modal.

 

O governador Pedro Taques deve anunciar nas próximas semanas o futuro das obras do VLT. Se será feita uma nova licitação para retomada das obras ou se estado fará a opção por uma parceria público-privada.

 

Não conseguimos contato com o Consórcio VLT.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique