Viva Maria: Carta de funcionário do Google mostra que machismo persiste no mercado de trabalho

07:00 Geral, Programetes 10/08/2017 - 08h36 Brasília Embed

Apresentação Mara Régia

Nesta edição, Viva Maria  compartilha uma das  frases da longa carta  que motivou a demissão de um funcionário da empresa Google na última segunda-feira (7)!

 

"As opções e as capacidades de homens e mulheres divergem, em grande parte devido a causas biológicas, e estas diferenças podem explicar porque não existe uma representação igual de mulheres (em posições) de liderança".


A reação indignada foi imediata! Danielle Brown, diretora da área de Diversidade, fez questão de dizer que este não é o ponto de vista que a empresa respalda, aprova e incentiva!  Disse ainda que o Google sempre defendeu uma cultura na qual as pessoas são respeitadas em seus pontos de vista.

 

Mas, apesar disso, a polêmica em torno da demissão do funcionário esquentou o debate e deu ao ex-funcionário do Google um novo emprego! A concorrência não dorme em serviço! Há vozes que, no momento, incitam um boicote ao Google em desagravo ao funcionário demitido.


Wania Sant'Anna, historiadora, pesquisadora das relações de gênero e raciais, pioneira na implantação e desenvolvimento do Programa Pró-equidade de Gênero e Raça da Petrobras, conversa com a gente sobre toda essa situação! Seja muito bem-vinda, Wania!

 

 

Viva Maria: Programete que aborda assuntos ligados aos direitos das mulheres e outros aspectos da questão de gênero. É publicado de segunda a sexta-feira. Acesse aqui as edições anteriores.