Recurso que quer impedir PGR de apresentar denúncia contra Temer fica para semana que vem

02:11 Geral, Notícias 14/09/2017 - 01h12 Brasília Embed

Victor Ribeiro

O Supremo Tribunal Federal (STF) vai retomar na quarta-feira que vem (20) o julgamento do recurso da defesa do presidente Michel Temer. O objetivo é impedir que a Procuradoria-Geral da República apresente uma eventual nova denúncia contra Temer, baseada na colaboração premiada dos empresários do grupo J&F. Em gravações entregues pelos próprios empresários, a PGR encontrou indícios de irregularidades no acordo de delação.

 

No começo do julgamento, nessa quarta-feira (13), o vice-procurador-geral da República Nicolao Dino, disse que os delatores enganaram o procurador-geral Rodrigo Janot. O advogado Antônio Cláudio Mariz, que representa o presidente Michel Temer, pediu que, antes de uma nova denúncia, o Supremo analise a validade das delações.

 

Para o ministro Marco Aurélio Mello, se a Justiça impedir que o Ministério Público ofereça uma denúncia, isso representará uma ruptura do sistema constitucional. A continuação do julgamento ficou para semana que vem porque nesta quinta-feira (14), a partir das 14h, o Supremo Tribunal Federal deve julgar em plenário cinco ações que questionam a constitucionalidade do novo Código Florestal, que está em vigor há cinco anos.