Municípios com alta incidência de hanseníase vão receber projeto para ampliar detecção da doença

01:08 Geral, Notícias 24/10/2017 - 10h45 Brasília Embed

Maíra Heinen

Vinte municípios brasileiros vão receber um novo projeto que busca reduzir a carga de hanseníase. A ação começou nessa segunda-feira (23) e segue até o próximo sábado em cidades do Maranhão, Mato Grosso, Pará, Pernambuco, Piauí e Tocantins. O projeto é uma parceria do Ministério da Saúde e a Organização Pan-Americana da Saúde (Opas), com apoio da Fundação Nippon do Japão, com duração de três anos.

 

Além de apresentarem elevado número de casos novos em crianças, os municípios participantes do projeto foram selecionados pela disponibilidade de serviços, de profissionais de saúde e intervenção pedagógica.

 

São Luís, no Maranhão, ocupa o primeiro lugar no ranking de casos novos de hanseníase em crianças em relação ao restante do país. Marabá, no Pará, está em quinto lugar e Cuiabá, em Mato Grosso, em 11°.

 

O objetivo do projeto é diminuir a carga de hanseníase nas cidades selecionadas, com a ampliação do trabalho da detecção de casos novos; promoção da educação permanente para os profissionais da atenção primária à saúde; fortalecimento dos centros de referência, entre outros.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique