Metrô do DF amanhece parado em dia de provas do Encceja e da OAB

01:11 Geral, Notícias 19/11/2017 - 10h25 Brasília Embed

Katiana Rabêlo

O metrô do Distrito Federal está totalmente parado desde este sábado (18). Oito trens deveriam transportar passageiros hoje (19), mas não há funcionários suficientes, segundo a Companhia do Metropolitano.


Por isso, todas as estações vão ficar fechadas neste domingo, dia em que são realizadas várias provas, como a primeira fase da OAB, Ordem dos Advogados do Brasil; o Encceja, Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos e o concurso do Tribunal Superior do Trabalho (TST).


Os funcionários do metrô, no Distrito Federal, estão em greve desde o dia 9 de novembro. Em assembleia, nesse sábado, eles decidiram continuar a paralisação e denunciam descumprimento do acordo coletivo.


O Tribunal Regional do Trabalho da 10ª Região já havia determinado que, durante a greve, o metrô deveria funcionar com 90% da frota e dos empregados nos horários de pico.


A Companhia do Metropolitano informou que até a última sexta-feira (17), a determinação foi cumprida porque gerentes e supervisores foram desviados de atividades para colocar os trens em funcionamento.


A empresa acrescentou, no entanto, que a partir de amanhã (20) não há garantia de que o metrô vai funcionar. Para operar em segurança, pelo menos 75% dos funcionários devem estar trabalhando.