PF investiga caça ilegal no Amapá; fiscais do ICMBio foram ameaçados

00:59 Geral, Notícias 14/11/2017 - 15h11 Brasília Embed

Maísa Penetra

Uma operação da Polícia Federal (PF) investiga suspeitos de realizar caça ilegal na Floresta Nacional do Amapá. O grupo agia nos arredores do município de Porto Grande, que fica a 102 quilômetros de Macapá.


Quinze pessoas estão sendo investigadas na Operação Órion. Elas respondem por caça ilegal, associação criminosa e porte ilegal de arma.


As investigações apontam que o grupo matava de 30 a 50 animais, por caçada, incluindo espécies em extinção de jacarés, veados e pássaros.


Além de caçar em terras protegidas os suspeitos ainda não pararam nos postos de fiscalização e ameaçaram matar servidores do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) que faziam vigilância no local.


Na última semana, o grupo foi às casas de três servidores do instituto para ameaçar e intimidar as famílias com tiros. Ninguém foi ferido.