Polícia Civil faz operações contra grilagem de terra no Distrito Federal

02:05 Geral, Notícias 08/11/2017 - 15h55 Brasília Embed

Dayana Vitor

Para coletar provas contra suspeitos de grilagem de terras no Morro da Cruz, em São Sebastião e na Ponte Alta, no Gama, a Polícia Civil do Distrito Federal deflagrou duas operações nesta quarta-feira.

 

Foram cumpridos 13 mandados de busca e apreensão e levados para análise da perícia notebooks, celulares, documentos e faixas de vendas de lotes.

 

Um suspeito foi conduzido coercitivamente para depor na DEMA- Delegacia do Meio Ambiente. A delegada-chefe do órgão, Marilisa Gomes, explica que depois desta fase será possível indiciar os suspeitos.

 

As operações de hoje são referentes a quatro chácaras em São Sebastião, todas em áreas de proteção ambiental e duas no Gama. As investigações da Polícia apontam que no Morro da Cruz, os suspeitos dividiram dois hectares em oitenta lotes de 200 metros e vendiam a 20 mil reais cada.

 

Já na Ponte Alta, outros dois hectares foram repartidos em 20 lotes de 800 metros que eram comercializados por 70 mil cada.

 

A delegada-chefe da DEMA, Marilisa Gomes, explica que a prática é crime, pois as chácaras vendidas estão em áreas públicas. Os suspeitos da grilagem tinham apenas permissão para cultivo da agricultura.

 

Com as provas coletadas na manhã desta quarta-feira, os suspeitos poderão ser indiciados por associação criminosa por parcelamento irregular do solo, dano ambiental e lavagem de dinheiro. Se condenados, eles poderão pegar até 23 anos de prisão.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique