Final da Sul-Americana é marcada por vandalismo e pancadaria

02:40 Geral, Notícias 14/12/2017 - 15h23 Rio de Janeiro Embed

Ícaro Matos

A final da Copa Sul-Americana foi marcada por confusões dentro e fora do Maracanã. Antes da partida, torcedores do Flamengo se envolveram em brigas com torcedores do Independiente. Um torcedor argentino que tinha por volta de 50 anos foi espancado e precisou de atendimento médico, mas não ficou ferido com gravidade.


O ônibus com torcedores do time argentino e também o veículo que levava a delegação do clube foram apedrejados.


Torcedores flamenguistas sem ingressos forçaram a entrada, principalmente pelos portões E e F, área onde ficam as torcidas organizadas, dando início a um tumulto generalizado.


A Polícia Militar teve que intervir com o uso de bombas de efeito moral para controlar a situação, mas, mesmo assim, vários torcedores conseguiram invadir o estádio.


Do lado de dentro da arena, torcedores também forçaram a passagem do setor norte, mais barato e que fica atrás do gol, para o setor leste, que fica ao lado do campo e tem os ingressos mais caros.


O clima de animosidade entre as torcidas rivais continuou durante a partida, com destaque para o episódio lamentável protagonizado por um torcedor argentino que imitou um macaco, em uma provocação racista à torcida do Flamengo.


Ao fim do jogo, com a confirmação do título do Independiente, após o empate por 1 a 1, parte da torcida do Flamengo vaiou o time e começo um novo tumulto na área das organizadas.


Os torcedores depredaram o estádio e jogaram fogos de artifício na área do estacionamento reservado para a imprensa.


A confusão se propagou para os arredores do Maracanã e, mais uma vez, a Polícia Militar precisou interferir para controlar a situação.


Também foram registrados casos de vandalismo no sistema de trens metropolitanos do Rio. De acordo com a Supervia, torcedores do Flamengo depredaram seis trens e, ao todo, quebraram 54 janelas, uma luminária e um monitor de vídeo.


Além disso, grupos de rubro-negros causaram danos em quatro estações do sistema.


Ainda segundo a concessionária, apenas uma das composições danificadas foi recuperada a tempo de ser utilizada na operação desta quinta-feira (14). Os outros cinco trens estão foram de circulação.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique