Governo mapeia votos da reforma da Previdência; partidos devem apresentar novo balanço nesta quinta

02:10 Geral, Notícias 07/12/2017 - 07h45 Brasilia Embed

Kariane Costa

Essa quarta-feira (6) foi dia de reunião com a base governista para intensificar as articulações em torno da aprovação da reforma da Previdência. Pela manhã, o presidente Michel Temer se encontrou com parlamentares aliados e, à noite, voltou a se reunir com ministros, presidentes de partidos e líderes da base.


A reunião, desta vez, foi no Palácio da Alvorada e, mesmo após mais um dia de discussão, não foi definida uma data para colocar a PEC da reforma para análise no plenário da Câmara. Isto porque os líderes dos partidos não levaram os números de como cada deputado vai votar, como havia pedido Temer para o jantar no Alvorada.

 

Os governistas afirmam que têm aumentado a adesão de parlamentares favoráveis ao texto, mas o deputado Beto Mansur (PRB-SP), vice-líder do governo, admite que sem essa contabilidade é difícil votar o texto na próxima semana. Ele já fala em deixar a votação para o último dia de sessão no Congresso.

 

Na conta do governo, até agora são 260 votos de apoio. Para a proposta passar são necessários 308 votos.

 

Ainda segundo Mansur, o governo quer receber esses números até o meio-dia desta quinta-feira (7).


Participaram do encontro no Palácio 19 ministros, além de lideres da base, presidentes de partidos aliados e o presidente da Câmara, Rodrigo Maia.