Prorrogada permanência da Força Nacional na Hidrelétrica de São Manoel

02:03 Geral, Notícias 27/12/2017 - 08h58 Brasília Embed

Renata Martins

O Ministério da Justiça prorrogou a presença da Força Nacional na Usina Hidrelétrica de São Manoel, na divisa de Mato Grosso com o Pará.

 

O empreendimento está em construção no Rio Teles Pires. O local é alvo de protestos de indígenas, que afirmam que não houve a consulta e aprovação prévia das comunidades tradicionais, conforme estabelece a Convenção 169, da Organização Internacional do Trabalho (OIT).


A obra tem impactos socioambientais sobre os povos Kayabi, Apiaká e Munduruku.


Os agentes federais estão na região desde outubro atendendo a solicitação do Ministério de Minas e Energia. Uma decisão da Justiça Federal, favorável a empresa responsável pela usina, que impediu manifestações na área também respaldou o envio dos agentes.


A São Manoel Energia alega ameaça de invasão de indígenas no local. Em julho, índios da etnia Munduruku ocuparam o canteiro de obras.


O Ministério Público instaurou inquérito civil para apurar a ocorrência de irregularidades no emprego da Força Nacional com relação aos indígenas.


De acordo com o Ministério de Minas e Energia, a presença dos agentes federais é para garantir o andamento das obras e a integridade física das pessoas e do patrimônio.


Segundo a pasta, mesmo com a presença da Força Nacional, em outubro e dezembro houve tentativa de invasão nas instalações da hidrelétrica, por indígenas e garimpeiros. O ministério informou, ainda, que recentemente ocorreram bloqueios nos acessos à hidrelétrica.

 

Conforme o ministério, a Empresa de Energia São Manoel tem implantado os programas de meio ambiente definidos nas licenças ambientais.


A pasta também informou que a usina está com quase 100% das obras concluídas. Além disso, das quatro unidades geradoras, duas delas estão em fase de testes, podendo entrar em operação a qualquer momento.


A São Manoel Energia não respondeu nosso contato.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique