Rodoviários do Rio mantêm greve geral no dia do réveillon

02:06 Geral, Notícias 24/12/2017 - 12h16 Rio de Janeiro Embed

Fabiana Sampaio

Rodoviários da cidade do Rio de Janeiro afirmaram que está mantida a greve geral da categoria para o próximo dia 31, último dia do ano, apesar de o Rio Ônibus, Sindicato da Empresas de ônibus da cidade, informar que vai recorrer à justiça contra o movimento.


A paralisação pode afetar 4 milhões de passageiros na cidade, segundo o Rio Ônibus. E atinge justamente o período do réveillon. Somente em Copacabana, são esperados 2 milhões de pessoas para ver a queima de fogos.


A última audiência no Tribunal Regional do Trabalho (TRT) terminou sem acordo com as empresas de ônibus. Os rodoviários pedem reajuste de 10% nos salários, aumento da cesta básica para R$ 315 e pagamento de vale- refeição no valor de R$ 20. Eles reclamam ainda da precarização das relações de trabalho e do fechamento de postos, com o encerramento de empresas e a retirada de ônibus de circulação.

 

De acordo com o Sintraturb, Sindicato dos Motoristas e cobradores de ônibus do Rio de Janeiro, a categoria deve fechar o ano com quase 6 mil desempregados. O secretário do sindicato, Antonio Bustamente, afirmou que a greve da categoria é legal e que a discussão foi levada ao Ministério Público do Trabalho, mas não houve avanço nas negociações.

 

O Rio Ônibus informou, em nota, que foi comunicado somente esta semana sobre a paralisação e que vai adotar medidas judiciais para impedir o movimento. O sindicato ainda afirma que reconhece como legítimo o direito de greve da categoria, mas que a paralisação do serviço no último dia do ano causaria um grande transtorno à população. E que uma eventual greve também geraria uma sobrecarga na operação de outros meios de transporte.

 

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique