Rosinha Mateus ganha o direito de não usar tornozeleira eletrônica em casa

01:17 Geral, Notícias 24/12/2017 - 09h48 Rio de Janeiro Embed

Cynthia Cruz

O ministro Gilmar Mendes, presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), suspendeu as medidas cautelares impostas à ex-governadora do Rio de Janeiro Rosinha Mateus, como o uso da tornozeleira eletrônica e o recolhimento noturno.

 

Na justificativa, o ministro afirma que há evidências concretas de condutas  ofensivas às investigações por outros membros da organização, mas não há o liame entre tais condutas e uma ação efetiva da ré.

 

Ou seja, nada que comprove a participação da ex-governadora na prática dos crimes apontados na operação da Polícia Federal. Na última quarta-feira (20), o ministro já havia liberado da prisão o marido dela, o também ex-governador do Rio Anthony Garotinho, e o presidente do PR e ex- ministro dos Transportes Antônio Carlos Rodrigues.

 

Garotinho e Rosinha foram presos pela Polícia Federal no dia 22 do mês passado, acusados dos crimes de corrupção, concussão, participação em organização criminosa e falsidade na prestação das contas eleitorais. A ex-governadora saiu da prisão na última dia 30 e cumpria as medidas cautelares desde então.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique