Uerj: Crise faz Hospital Pedro Ernesto reduzir número de leitos

01:58 Geral, Notícias 08/12/2017 - 10h06 Rio de Janeiro Embed

Joana Moscatelli

Desde segunda-feira, o Hospital Universitário Pedro Ernesto está reduzindo o número de leitos para internação. Segundo boletim interno da unidade, a meta é reduzir o número de leitos ocupados para 180 enquanto os salários dos funcionários do hospital não forem pagos.

 

O hospital, ligado à Universidade Estadual do Rio de Janeiro (Uerj), suspendeu a internação de novos pacientes devido ao atraso no pagamento dos servidores, que já ultrapassa dois meses. Em nota, a reitoria da Uerj apoiou a decisão da direção do hospital por entender ser inevitável para garantir a qualidade do atendimento prestado aos pacientes já internados.

 

O professor da Faculdade de Medicina da Uerj Eduardo Torres comentou a importância do Pedro Ernesto e o impacto da falta de financiamento do governo na formação dos novos profissionais da saúde do estado.

 

Sonora: “Um hospital que trata de pacientes em altíssima complexidade. Um hospital que trabalha se dedicando a uma série de doenças que não tem atendimento em nenhum outro hospital público do Rio. É um golpe muito duro nos nossos pacientes, nos nossos estudantes e na população fluminense. O impacto que a gente tá tendo não é só na universidade, também pelo investimento na pesquisa, é um impacto que a gente ainda vai colher frutos negativos nos próximos 10, 12 ou 15 anos.”


Nessa quinta-feira (7), os servidores do hospital ainda recebem parte do salário referente ao mês de setembro. Em nota, a Secretaria Estadual de Fazenda informou que mesmo diante da escassez de recursos, todos os meses são repassados R$ 7,5 milhões ao Hospital Pedro Ernesto relativos a custeio. Sobre os salários, a secretaria afirmou que aguarda a liberação da operação de crédito de quase R$ 3 bilhões para regularizar o pagamento de todos os servidores do Rio.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique