Justiça do Rio elabora plano integrado de segurança para evitar violência nos estádios

01:59 Geral, Notícias 10/01/2018 - 16h18 Rio de Janeiro Embed

Tatiana Alves

O Juizado Especial do Torcedor e dos Grandes Eventos do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro está elaborando um plano integrado de segurança, envolvendo os clubes de futebol e órgãos do estado para evitar episódios de violência como os ocorridos recentemente no Maracanã.

 

A medida foi tomada após o último episódio de violência no qual torcedores do Flamengo se envolveram antes e depois da final da Copa Sul-Americana, em dezembro passado.

 

O presidente da Federação de Futebol do Rio de Janeiro, Rubens Lopes, reuniu-se com o titular do Juizado Especial do Torcedor, Marcello Rubioli, para discutir as ações. Uma das possibilidades, segundo Rubioli, é confinar as torcidas organizadas em um único setor onde os integrantes serão identificados e monitorados.

 

A expectativa do magistrado é que o plano de segurança já possa ser testado na final do campeonato estadual, em fevereiro.

 

Rubens Lopes defendeu as medidas de combate à violência no campeonato carioca e no futebol do Rio. Antes de se reunir com o Juizado, foi realizado um primeiro encontro com os clubes, para debater medidas e punições na área esportiva.

 

Uma nova reunião nos próximos dias irá definir a participação de cada parte no novo modelo de segurança. O encontro deverá contar com representantes de clubes, da  Federação Estadual de Futebol, da Confederação Brasileira de Futebol, das Polícias Civil e Militar e da Guarda Municipal.

 

No ano passado, mais de 500 torcedores de clubes do Rio e de São Paulo foram afastados dos estádios no Rio de Janeiro por decisões judiciais em processos por práticas de violência, associação criminosa, injúria racial e descumprimentos de medidas judiciais, entre outras penalidades.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique