Polícia investiga morte de criança atingida por bala perdida em São Paulo

01:26 Geral, Notícias 02/01/2018 - 17h17 São Paulo Embed

Eliane Gonçalves

A Polícia Civil de São Paulo ainda não tem informações sobre quem pode ter disparado a bala que atingiu Arthur Bencid Silva, de 5 anos. Mas a principal hipótese é de que ele tenha sido atingido por uma bala disparada para o alto.

 

Artur morreu na madrugada dessa segunda-feira depois de ser atingido por uma bala perdida na virada do ano.

 

O menino morava no Jardim Taboão, na zona sul da capital paulista e, segundo os parentes do garoto, por volta da meia-noite, durante a festa do réveillon, ele brincava no quintal de casa com alguns familiares e caiu de repente, com um ferimento na cabeça.

 

Só depois de rodar por vários hospitais procurando ajuda é que a família descobriu que o ferimento foi causado por uma bala.

 

Os familiares procuraram 10 hospitais até conseguirem encontrar uma vaga para o menino. Artur só passou a ter atendimento médico cinco horas depois de ter sido atingido pela bala.

 

Em um post do Facebook, um tio do garoto falou sobre a dificuldade para encontrar atendimento para a criança enquanto ela ainda estava viva.

 

Reclamou da demora na resposta do SAMU, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência, e da negativa dos hospitais privados em atender a criança. Segundo o tio de artur, esse é um momento de confusão de sentimentos de muita dor e de raiva.

 

* A Assessoria de Comunicação da Secretaria de Saúde informou que não havia registro de pedido de atendimento ao SAMU vindo do endereço do menino Arthur.