Rio Negro pode se tornar a maior zona úmida do mundo reconhecida pela Convenção de Ramsar

01:21 Geral, Notícias 07/02/2018 - 13h40 Brasília Embed

Bianca Paiva

O Rio Negro, no Amazonas, e áreas adjacentes, podem se tornar o maior sítio Ramsar do mundo, ou seja, a maior zona úmida do mundo.

 

O Ministério do Meio Ambiente encaminhou um pedido de reconhecimento ao Secretariado da Convenção das Zonas Úmidas de Importância Internacional.

 

Segundo a pasta, além das áreas de preservação permanente às margens do rio, a proposta inclui 16 unidades de conservação federais, estaduais e municipais e oito terras indígenas, o que corresponde a mais de 11 milhões de hectares de áreas protegidas no norte da Amazônia repletas de áreas úmidas.

 

O ministério explica que, com o status de sítio Ramsar, a região do rio Negro poderá usufruir de benefícios financeiros e assessoria técnica para o desenvolvimento de ações de conservação. Também terá prioridade na implementação de políticas governamentais e reconhecimento público, nacional e internacional.

 

A expectativa do governo brasileiro é receber a confirmação do pedido até o 8º Fórum Mundial das Águas, que será realizado em Brasília, de 18 a 23 de março.

 

O país possui atualmente 22 unidades de conservação federais reconhecidas como sítio Ramsar.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique