Secretário de Transportes de São Paulo é condenado por fraude em licitação

01:40 Geral, Notícias 19/02/2018 - 20h38 São Paulo Embed

Nelson Lin

O secretário de transportes Sergio Avelleda foi condenado em 1a instancia por improbidade administrativa e fraude no processo de licitação da linha 5 lilás, na época em que era presidente do Metro, em 2010.


No processo de condenação foi celebrado um acordo de delação entre a Camargo e Correa e o ministério público além do estabelecimento de uma multa superior a 320 milhões de reais para as empresas que participaram da fraude, correspondentes ao prejuízo causado aos cofres públicos.

 

De acordo com o ministério público de São Paulo, o processo licitatório realizado em 2010 envolveu o conluio de 12 empresas para acerto prévio de quais empresas seriam vencedoras de cada lote das obras da linha 5 lilás.


O resultado dessa licitação foi antecipado pelo jornal Folha de São Paulo e amplamente divulgado na época. Após o episodio, apesar da promotoria recomendar ao então presidente do Metro Sergio Avelleda que anulasse a licitação, ele não atendeu a solicitação do Ministério Público, e por isso foi acusado e condenado pela justiça e na sentença, houve a perda de sua função pública e de seus direitos políticos por 5 anos.


Em nota, Sergio Avelleda diz que é inocente e vai recorrer da decisão, diz ainda que ele não é acusado de fraude, não participou da elaboração do edital, não realizou nenhuma licitação nem assinou nenhum contrato referente à linha 5 lilás. Por fim ele diz que o Cade arquivou essa investigação e que a linha 5 está pronta, com estações sendo entregues à população.