Serviços em barreiras de inspeção no Tocantins param por falta de dinheiro

01:44 Geral, Notícias 01/02/2018 - 09h02 Brasília Embed

Renata Martins

A Superintendência de Obras Públicas do Tocantins paralisou a execução dos serviços de reforma de barreiras fixas zoofitossanitárias da Adapec, a Agência de Defesa Agropecuária. Os prédios ficam em 12 cidades tocantinenses: Aguiarnópolis, Ananás, Araguatins, Couto Magalhães, Esperantina, Lizarda, Pau D’Arco, Ponte Alta do Bom Jesus, Porto Nacional, São Sebastião, Talismã e Xambioá.


A justificativa foi a falta de dinheiro e o atraso do pagamento referente ao mês de novembro à Construtora Molina, responsável pela obra.


Em abril do ano passado, o governo do Tocantins anunciou a reforma das barreiras no valor de mais de R$ 460 mil. A previsão era que, em seis meses, todas as unidades estivessem revitalizadas, ou seja, outubro de 2017.


As barreiras são responsáveis pela fiscalização de trânsito de animais, além de produtos e subprodutos de origem animal e vegetal.

 

Segundo a Secretaria da Infraestrutura, Habitação e Serviços Públicos, tão logo seja liberado o orçamento de 2018, será feito um cálculo do valor devido à empresa contratada para que as obras sejam retomadas.


A reportagem não conseguiu contato com a Construtora Molina.


Em nota, a Adapec afirmou que a paralisação temporária das obras não implicou na suspensão das fiscalizações nas barreiras.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique