Alerj autoriza empréstimo de R$ 200 milhões para planos de demissões voluntárias no Rio

01:21 Geral, Notícias 28/03/2018 - 09h35 Rio de Janeiro Embed

Fabiana Sampaio

Em sessão realizada, nessa terça-feira (27), na Assembleia Legislativa do Rio (Alerj), deputados governistas conseguiram manter o texto-base do projeto de lei que autoriza um empréstimo de R$ 200 milhões para pagamento de rescisões contratuais em programas de demissões voluntárias de seis empresas públicas que o Executivo quer extinguir.

 

O texto foi aprovado no último dia 20 de março e, na sessão dessa terça-feira, todas as emendas destacadas pela oposição foram rejeitadas. A previsão é que o estado reduza em 50% as despesas com as empresas públicas. Ainda não foram anunciadas quais seriam as companhias.

 

A oposição, no entanto, esvaziou a sessão impedindo a votação de outro projeto que prevê um empréstimo de R$ 3 bilhões para pagamento de fornecedores.

 

Como não houve quórum para a votação, a sessão teve que ser encerrada. O projeto recebeu 44 emendas dos deputados. Os empréstimos poderão ser feitos junto a instituições financeiras nacionais ou internacionais, conforme os critérios estabelecidos pela Lei do Plano de Recuperação Fiscal, que formalizou a adesão do Rio ao Regime de Recuperação Fiscal (RRF).

 

A proposta deve voltar à pauta de votação na próxima semana.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique