Após descoberta de suítes em cadeia, MP do Rio fará sindicância em contratos da Seap

02:36 Geral, Notícias 07/03/2018 - 19h15 Rio de Janeiro Embed

Ligia Souto

Após fiscalização encontrar irregularidades na Cadeia Pública José Frederico Marques, em Benfica, Zona Norte do Rio, o Ministério Público do Estado informou, nestaquarta-feira, que fará uma sindicância para avaliar todos os contratos relativos à Secretaria de Administração Penitenciária.


Em fevereiro, durante uma inspeção que partiu de uma denúncia anônima, os promotores identificaram quartos decorados como suítes de motel, que seriam utilizados para visita íntima.


Em entrevista coletiva, o procurador do MP, Eduardo Gussem, disse que a investigação é muito mais complexa que eventuais regalias e benefícios encontrados nas unidades prisionais.

 

A promotora Andrea Amin, do Ministério Público, afirmou que a investigação irá apurar se as seis suítes encontradas eram utilizadas por “presos e não presos”.


De acordo com a promotora, a denúncia anônima que motivou a fiscalização não especificou se os quartos eram usados por presos da Operação lava Jato. Andrea Amim salientou, ainda, que a investigação não vai se limitar às irregularidades encontradas na unidade.


O secretário de Administração Penitenciária, David Anthony, que assumiu a pasta em janeiro deste ano, informou que vídeos do circuito interno de segurança serão analisados. Ainda segundo ele, 27 pessoas no presídio tinham autorização para utilizar os quartos.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique