Dodge defende água como direito humano e comenta possível privatização

02:08 Geral, Notícias 14/03/2018 - 16h01 Brasília Embed

Lucas Pordeus León

A água deve ser tratada como direito humano fundamental e protegida pela legislação. Essa tese foi defendida, nessa quarta-feira, pela procuradora-geral da República, Raquel Dodge.

 

Durante evento sobre o direito à água em uma universidade, em Brasília, a procuradora-geral afirmou que vai levar essa tese ao Fórum Mundial da Água.

 

Dodge acredita que há uma tendência de escassez da água e que não é só no Nordeste, onde historicamente esse problema existe, mas também em outras regiões do país. Para a procuradora, caso a escassez se agrave, existirá a tentação de privatizar a água.

 

O chefe do Ministério Público defendeu uma maior reflexão sobre o tratamento legislativo dado à água agora e no futuro.

 

O ministro do Supremo, Luis Roberto Barroso, também presente no evento, fez críticas ao desmatamento na floresta amazônica.

 

O evento antecipou discussões que vão estar presentes no 8ª Fórum Mundial da Água, que ocorre, em Brasília, entre os dias 18 e 23 de março.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique