Incontinência urinária atinge 10 milhões de brasileiros

02:29 Geral, Notícias 14/03/2018 - 12h07 Brasília Embed

Dayana Vitor

Se você vai ao banheiro para urinar mais de oito vezes em um dia ou acorda duas vezes ou mais a noite para esvaziar a bexiga poderá desenvolver em algum momento da vida a incontinência urinária, uma perda involuntária de líquido.


No Brasil, 10 milhões de pessoas não conseguem controlar quando irão ao banheiro, de acordo com a Sociedade Brasileira de Urologia. Catorze de março foi estipulado o Dia Mundial da Conscientização sobre a Incontinência Urinária.


A proposta é mostrar que o problema pode ser controlado para o doente ter qualidade de vida.


A aposentada Gislene Almeida, de 68 anos, começou a sentir sintomas da incontinência urinária há seis anos. Agora, ela precisa ir ao banheiro frequentemente, o que atrapalha até sua vida social.


Gislene Almeida não faz nenhum tipo de tratamento, mas situações como a dela podem ser resolvidas, por isso a importância de procurar um urologista.


Existem medicamentos e terapias modernas para todos os tipos de incontinência. Casos leves a moderados podem ser tratados com fisioterapia, medicamentos e até cirurgia.


O coordenador da área de urologia feminina da Sociedade Brasileira de Urologia, Fernando Almeida, detalha alguns dos principais tratamentos da incontinência de urgência, aquela que a pessoa não consegue segurar a urina.


De acordo com a Sociedade Brasileira de Urologia, 15% das mulheres a partir dos 35 anos de idade têm algum grau de perda urinária e 17% de toda a população feminina possui bexiga hiperativa ou incontinência urinária de urgência.