Votação da contribuição previdenciária em SP termina em pancadaria

02:09 Geral, Notícias 15/03/2018 - 09h30 São Paulo Embed

Eliane Gonçalves

Parecia cenário de guerra. Do lado de fora, servidores públicos, principalmente professores, que protestavam em frente à Câmara Municipal, foram afastados com balas de borracha, bombas de gás e spray de pimenta.


Pelo menos uma professora foi atingida no rosto por uma bala de borracha. A nutricionista Marcia Lira fugiu do spray de pimenta.


A confusão começou quando, do lado de dentro, os vereadores começaram a discutir o projeto de lei da prefeitura de São Paulo que aumenta de 11% para até 19% o desconto em folha da previdência dos servidores públicos.


Manifestantes invadiram o plenário e a tropa de choque da Guarda Municipal e a Polícia Militar foram acionadas para conter os que ficaram do lado de fora.


No plenário, mais pancadaria. A Guarda Civil usou cacetetes para conter quem tentou se aproximar da mesa diretora da Câmara. Uma professora teve o nariz quebrado.


“De repente uma professora levou uma cacetada na testa de um GCM – Guarda Civil Metropolitano. Aí uma amiga minha foi socorre-la e levou ela até o hospital do servidor. Machucou mesmo. Bastante. A roupa dessa minha amiga estava realmente assim, com muitas manchas de sangue. É uma violência que não tem a menor justificativa.”


O prefeito João Dória, que participava de um evento do Forum Econômico Mundial, na zona sul da cidade, comentou o episódio ao ser questionado por jornalistas.


“Houve excesso das duas partes. De quem invandiu e da Guarda Civil Metropolitana também.”


Apesar dos protestos, o projeto de lei da prefeitura acabou sendo aprovado pela Comissão de Constituição e Justiça da Casa e volta a ser discutido nesta quinta-feira (15). Já os manifestantes também prometem voltar para frente da Câmara.


Em nota, a Presidência da Casa disse ter atuado para garantir o debate democrático do projeto de lei e que vai apurar eventuais excessos das forças de segurança que atuam dentro do legislativo.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique