Governo do Rio prepara operações de curto prazo de combate ao crime organizado

01:13 Geral, Notícias 11/04/2018 - 10h05 Rio de Janeiro Embed

Lígia Souto

O governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão, disse nessa terça-feira (10), que a avanço das milícias foi um dos fatores que motivaram a intervenção federal na segurança pública do Estado.


Segundo Pezão, somente as polícias civil e militar não seriam suficientes para combater os grupos.


No último sábado (7), a Polícia Civil prendeu 159 pessoas ligadas a maior milícia do Rio, grupo conhecido como Liga da Justiça.


Na ação, quatro criminosos morreram e um ficou ferido. A Polícia Civil considerou que as prisões representaram "um forte baque" na quadrilha.


Já o secretário de Estado de Segurança, Richard Nunes, disse que outras operações estão sendo planejadas e serão executadas em curto prazo no combate ao crime organizado e à milícia.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique