Instituto tenta evitar extinção de macaco-de-cheiro-da-cabeça-preta

01:48 Geral, Notícias 16/04/2018 - 08h27 Brasília Embed

Renata Martins

Um primata simpático corre o risco de extinção. O macaco-de-cheiro-da-cabeça-preta vive em uma pequena região ao sul da Reserva Mamirauá, no Amazonas.


A espécie com nome científico Saimiri vanzolinii está restrita a uma área de 870 quilômetros quadrados.


Sua população é estimada em apenas 150 mil indivíduos. A preocupação é com os impactos das mudanças climáticas.


Confira os detalhes com Renata Martins.