PGR questiona STF sobre inclusão de funcionários de ex-territórios nos quadros da União

01:25 Geral, Notícias 25/04/2018 - 21h27 Brasília Embed

Samanta do Carmo

A Ação Direta de Inconstitucionalidade da Procuradoria Geral da República questiona o Supremo Tribunal Federal sobre a legalidade da Emenda Constitucional 98, promulgada no ano passado.

 

A emenda garante que qualquer pessoa que tenha trabalhado por pelo menos 90 dias para os antigos territórios federais de Roraima e Amapá seja incorporada pela União como servidora do quadro extinto.

 

Entre 1981 e 1987, Roraima e Amapá eram territórios federais e foram transformados em estados com a Constituição de 1988. A PGR pede que a incorporação seja suspensa por meio de uma liminar.

 

Conforme o pedido, a emenda feita no ano passado pode aumentar o número da folha de pagamento da União em até 18 mil servidores, e inclui pessoas que tiveram vínculo precário com os ex-territórios.

 

A ação é relatada pelo ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal. Ele já determinou que a Presidência da República e o Congresso se manifestem sobre o caso em dez dias.

 

Depois disso, Advocacia Geral da União e Procuradoria Geral têm mais cinco dias para apresentar novas manifestações ao processo. O ministro ainda adotou rito abreviado para que a ação tramite mais rápido no Supremo.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique