Polícia Civil do Paraná investiga tiros contra acampamento pró-Lula

00:58 Geral, Notícias 28/04/2018 - 11h41 Brasília Embed

Dayana Vitor

Foram encontradas cápsulas de pistola 9 milímetros no acampamento pró-Lula, em Curitiba, no Paraná. Peritos da Polícia Científica do estado, policiais militares e civis da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa estiveram no local logo após os disparos e recolheram provas. Um inquérito foi aberto para apurar o caso.

 

O episódio ocorreu neste sábado (28) de madrugada, por volta de 3h. O acampado Jeferson Lima de Menezes, que é de São Paulo, foi atingido por um tiro no pescoço. No momento dos disparos, ele vigiava o local, enquanto outros manifestantes dormiam.

 

Jeferson está internado no Hospital do Trabalhador, na capital paranaense. Uma mulher que usava o banheiro químico foi atingida no ombro por estilhaços.

 

A presidente do PT, a senadora Gleisi Hoffmann, se manifestou sobre o episódio no twitter. Ela condenou os tiros no acampamento. E responsabilizou todos aqueles que incitam o ódio contra o PT pelos disparos ocorridos na madrugada em Curitiba.

 

* Post alterado às 16h06 de 28/04/18 para ajuste de informação. A participação da repórter foi ao vivo. 

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique