Viva Maria: Advogada analisa a segurança jurídica no caso do ex-presidente Lula

05:55 Geral, Programetes 06/04/2018 - 09h49 Brasília Embed

Apresentação Mara Régia

Na última 4a feira, dia  4 de abril, vivemos com grande expectativa o julgamento do  habeas corpus preventivo, protocolado pela defesa do ex-presidente Lula no Supremo Tribunal Federal (STF), em Brasília.

 

Por 6  votos a 5 o STF rejeitou o habeas corpus  e,  com isso, autorizou a prisão do ex-presidente Luiz  Inácio Lula da Silva, decretada ontem (5) pelo Juiz Sérgio Moro.

 

Para os juristas de plantão a decretação da prisão foi muito mais rápida do que se poderia imaginar.

 

Mas tudo indica que o Juiz Sérgio Moro resolveu colocar em prática as palavras da Procuradora-geral da República, Raquel Dodge, que disse , durante sessão do Conselho Superior do Ministério Público (CSMP), na última 3a feira, que a sentença após quatro instâncias judiciais é “um exagero que aniquila o sistema de Justiça”.

 

Em resumo, nas palavras textuais da procuradora, “Justiça que tarda é uma Justiça que falha”.

 

Vamos saber  o que pensa sobre isso a advogada criminalista, Maíra Fernandes, integrante do Comitê  Latino-americano e do Caribe para a Defesa dos  Direitos das Mulheres- Cladem.

 

Viva Maria: Programete que aborda assuntos ligados aos direitos das mulheres e outros aspectos da questão de gênero. É publicado de segunda a sexta-feira. Acesse aqui as edições anteriores.

Deseja fazer algum tipo de manifestação?

Favor copiar o link do conteúdo ao apresentar sua sugestão, elogio, denúncia, reclamação ou solicitação.