Viva Maria: Wició, a parteira indígena que luta para manter a cultura do parto natural

09:01 Geral, Programetes 26/04/2018 - 08h21 Brasília Embed

Apresentação Mara Régia

Sob o signo do Buriti, nome da palmeira que empresta seu nome ao palácio do governo do Distrito Federal, Viva Maria hoje (26) saúda as lideranças indígenas que, desde a última segunda-feira (23), participam da 15a edição do Acampamento Terra Livre, em Brasília.

 

Mais precisamente nos limites do Memorial dos Povos Indígenas que fica Eixo Monumental, na Praça do Buriti. Na pessoa da parteira Wició Kayabi, queremos dar vivas às mulheres que têm o dom divino de aparar o destino de quem vai nascer.

 

Vamos ouvi-la falar desse santo ofício que ela exerce em sua aldeia, mas não sem antes agradecer a amiga Manuela Otero, que integra a equipe do Instituto Socioambiental (ISA) em Mato Grosso. Graças a ela conseguimos localizar a Wició no ATL, com direito a uma saudação na língua.

 

Wició fala a língua kayabi, mas também o português e compartilha com a gente a arte de partejar. Seja bem-vinda!

 

Ao fim, como Wició fala das ameaças à cultura do parto natural entre os indígenas, já que as jovens não querem mais ter filhos na aldeia, Mara convida Wició e seu povo a participar do III Encontro de Raizeiros, Parteiras, Benzedeiras e Pajés da Chapada dos Veadeiros, que acontece na Vila de São Jorge, Alto Paraíso (GO), de 24 a 27 de maio.

 

Este ano, a idealizadora e coordenadora do encontro, Daniela Ribeiro, conta que os raizeiros precisam de muito apoio. Ela explica que o encontro foi idealizado para resgatar o saber tradicional. “Precisamos de muito patrocínio, muito apoio. Por mais que recebamos ajuda local, precisamos de alimentação, de transporte. Tem pajés que vêm do Acre, do Tocantins. Tem os kalungas. Quanto mais apoio a gente conseguir, mais mestres dos saberes tradicionais podemos trazer.”

 

Interessados em colaborar podem entrar em contato pelo telefone (62) 99941-3464 ou pelo e-mail: tresluasetno@gmail.com.

 

 

Viva Maria: Programete que aborda assuntos ligados aos direitos das mulheres e outros aspectos da questão de gênero. É publicado de segunda a sexta-feira. Acesse aqui as edições anteriores.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique