Em SP, caminhoneiros seguem parados e outras categorias fazem protestos contra preço de combustíveis

01:02 Geral, Notícias 28/05/2018 - 11h44 São Paulo Embed

Eliane Gonçalves

Apesar da proposta do governo de reduzir o preço do diesel pelos próximos 60 dias, caminhoneiros seguem parados em São Paulo.


Na Régis Bittencourt, próximo a Embu das Artes, motoristas dizem que o acordo não resolveu o problema já que a redução de R$ 0,46 no diesel leva o preço de volta ao que era cobrado até 15 dias atrás, que já trazia insatisfação.
Também há caminhoneiros na Anchieta na Anhanguera.


Além dos caminhoneiros outras categorias começam  a aderir também ao protesto.   Na zona leste cerca de 200 motoristas de vans estão parados contra o preço da gasolina.

 

Na zona sul da cidade, taxistas também estão protestando.  Em Caieiras, que é uma cidade na região metropolitana de São Paulo, ônibus e motocicletas fecharam todas as saídas da cidade protestando contra o preço da gasolina.

 

Nesse momento o prefeito de São Paulo está reunido com o gabinete de gestão de crise e daqui a pouco deve anunciar novas medidas para administrar a situação na capital paulista.

 

*A repórter participou ao vivo.
 

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique