Falta de combustível leva Manaus a decretar estado de emergência

01:09 Geral, Notícias 26/05/2018 - 12h25 Brasília Embed

Maíra Heinen

A cidade de Manaus, no Amazonas, está em situação de emergência.


Na noite de ontem (25) o prefeito Arthur Virgílio Neto decretou Estado de Emergência por causa da falta de combustíveis, em decorrência da paralisação dos caminhoneiros em todo o país.

 

O decreto fica em vigor até a normalização dos serviços de abastecimento de combustível.

 

A inteção é garantir a manutenção dos serviços essenciais no municípiom como o atendimento médico de urgência e emergência por meio do Samu e da maternidade Moura Tapajóz, o transporte coletivo, a coleta de lixo, a infraestrutura, a Defesa Civil e a Guarda Municipal.

 

O prefeito também manifestou preocupação em relação às medidas que ainda não foram tomadas pelo Governo do Estado para prevenir e minimizar os impactos desta crise à população amazonense, tais como a redução dos serviços administrativos estaduais.

 

Ontem (25) o prefeito chegou a conversar com alguns caminhoneiros que fazem bloqueio no Distrito Industrial, na zona Sul da cidade, e eles garantiram que para serviços púlbicos essenciais não deve faltar combustível.