Iphan reprova projeto de reconstrução do viaduto de Brasília que desabou

01:30 Geral, Notícias 09/05/2018 - 15h35 Brasília Embed

Sayonara Moreno

O projeto de reconstrução do viaduto do Eixão Sul foi de Brasília foi reprovado pela superintendência local do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional. O Iphan entendeu que a proposta apresentada pelo governo “altera fortemente” a arquitetura original de Brasília.

 

O governo de Brasília divulgou o projeto no dia 28 de março, que previa a demolição de todo o bloco que desabou parcialmente no dia 6 de fevereiro deste ano. Segundo o GDF, o trecho seria reconstruído totalmente, com reforço nas fundações e colunas, que ganhariam nova estrutura.

 

A proposta atende, em parte, a recomendação de especialistas em engenharia da Universidade de Brasília, que detectou um estado acima do crítico nas condições da estrutura do viaduto.

 

Foi recomendado que o GDF demolisse e reconstruísse todo o viaduto, nos 194 metros de extensão. O GDF concordou em demolir e reconstruir, mas somente o bloco do trecho que desabou.

 

No parecer do Iphan, o órgão recomenda que o GDF apresente uma nova proposta de recuperação do viaduto, que diminua o máximo possível o tamanho dos pilares, em relação às dimensões apresentadas no projeto.

 

O Iphan informou que vai se reunir com representantes do governo, para debater como deve ser projetada a nova estrutura. Deve ser respeitado o que o Iphan chama de “ambiência da área”, além do conjunto urbano de Brasília e a segurança da população.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique